É urgente definir

Uma identidade europeia,

Os valores parecem estar a fugir

Isto é cada vez mais uma epopeia;

 

George Steiner refletiu

E de uma palestra tal recuperou,

A Ideia de Europa surgiu

E tudo o mais acrescentou;

 

Um visionário para o seu tempo

Procurando uma filosofia cultural,

A nobreza de espírito é a ideal

Neste ínfimo momento;

 

Será um fascismo da vulgaridade

Ou uma economia do conhecimento?

Haverá limite de idade

Para este tipo de pensamento?

 

Falta espírito de crítica

Conhecer o passado,

Para mantermos no presente

Um futuro para o nosso legado;

 

É necessário um continente unido

Para enfrentar problemas existentes,

Filósofos, sociólogos e pensadores persistentes

Tudo sensato e não fingindo;

 

Cinco axiomas chegaram

“O que é ser europeu” identificaram,

Há que notar todos como deve ser

Para “vermos” um europeu no seu puro ser;

 

O café é o primeiro axioma do autor

Na Europa, temos imensas cafetarias,

Onde o café é o grande esplendor

E uma das principais bebidas;

 

Um marcador essencial

Para qualquer população europeia,

Ambientes diversos e um produto final

Conteúdos dispersos e uma realidade “cafeteira”;

 

Lisboa e Fernando Pessoa em frente

Cafés de Viena ou de Paris,

Realidade humana diferente

Exemplificando o grau de cultura desse dado país;

 

Mas quem diz cultura

Diz liberdade e diferença,

Pode haver uma “mistura”

Para aproximar os povos neste tipo de “crença”;

 

O segundo axioma chega aqui

E parece não ter fim,

“A Europa foi e é percorrida a pé”

É fundamental para mostrar como tudo isto é;

 

Haverá uma relação entre a paisagem

E a humanidade europeia?

Acreditem, esta pergunta não é uma miragem

E metaforicamente está como a areia;

 

Levemente moldada

Tendo sido humanizada,

Por mãos tocada

E pés pisada;

 

Importância da diversidade

De viajantes existentes,

Percorrem a solo cidade após cidade

Mesmo com tantos pesos e dificuldades inerentes;

 

Chegamos a uma lembrança

Tão simples quanto complexa,

É claramente uma herança

Tão indiferente quanto perplexa;

 

O terceiro axioma dá sinal

Um passado tornado presente,

Gravação sem igual

Ruas e praças cheias daquela pedra diferente;

 

Nomeações variadas

Estadistas, cientistas,

Escritores ou artistas

Espalhadas por imensas moradas;

 

Petersburgo, Milão

Frankfurt, Praga,

Crónicas vivas e de união

Numa incrível saga;

 

Ruas norte-americanas

São conhecidas pela sua numeração,

Simples e eficaz

“North” ou “West” são, depois, parte da direção;

 

Carga histórica

Ao virar da esquina,

Uma teia simbólica

De uma “sufocante” memória que turbina;

 

Um duplo legado aparece

Atenas e Jerusalém chegaram,

Uma relação que não desvanece

E deste quarto axioma se apropriaram;

 

Veio a música, a matemática

A filosofia e um vocabulário diferente,

Viu-se um grande desenvolvimento na prática

Sendo que todas elas ajudaram a tornar o mundo crente;

 

O conto de duas cidades

O peso ambíguo de um tempo verbal,

Sabedoria grega sem igual

Com fé e valores sem raças nem idades;

 

Surge uma “consciência escatológica”

Ou o “pânico do ano mil” em qualquer idioma,

Uma vertente ideológica

Aparecendo um quinto e último axioma;

 

A Europa acha-se um fim nela em si

Com uma certa “aura” de tragédia,

Não foram duas guerras mundiais que nos livros de história vi

Com imensa influência europeia mostrada em qualquer enciclopédia?

 

É à volta destas linhas

Que o autor traça as suas fronteiras,

Cinco axiomas e algumas “adivinhas”

Para se poderem passar certas “barreiras”;

 

Muita concentração na Europa Ocidental

Pouca atenção para o lado Oriental,

Uma perspetiva plena deve existir

Para a Europa cada vez mais se unir;

 

Pensar, compreender e defender

Uma herança tão complicada,

Tanto com momentos brilhantes e outros para esquecer

Esta é realmente uma situação delicada;

 

“A vida não refletida

Não é efetivamente digna de ser vivida”,

Por isso, que haja reflexão sobre o passado

Para o presente estabilizar e termos um futuro bem guardado…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s