Música da Semana #3

António Zambujo e Miguel Araújo. Dois nomes incontornáveis da música portuguesa, nos últimos tempos. Dois dos melhores artistas da atualidade musical em Portugal. Juntos ou separados esgotam concertos e fazem o delírio de imensos fãs espalhados por todo este país – e não só…

Cada um tem as suas próprias valências e, por mérito próprio, têm chegado a altos voos. António Zambujo é cantor e compositor, sendo que, nalgumas das suas canções, é influenciado pelo bem conhecido cante alentejano. Em 2002, editou o seu primeiro trabalho discográfico e recebeu o prémio de “Melhor Nova Voz do Fado”, anteriormente dado a excelentes intérpretes e ícones portugueses do fado, como a Mariza ou o Camané. Em 2006, ganhou o prémio Amália Rodrigues (atribuído pela Fundação Amália Rodrigues) na categoria de “Melhor Intérprete Masculino de Fado”.  A 9 de Junho de 2015 foi condecorado como “Comendador” da Ordem do Infante D. Henrique.

O português Miguel Araújo é um músico e artista “dos pés à cabeça”, sendo que, para além de cantor e compositor, também toca vários instrumentos, como a guitarra, o baixo ou, ainda, o “ukulele”. Conhecido como parte integrante da banda “Os Azeitonas”, formados em 2002, Miguel Araújo continua a sua caminhada no mundo da música, lançando várias músicas e álbuns de muito boa qualidade. Em 2014, lança o disco “Crónicas da Cidade Grande”, que é composto por, segundo o próprio artista, “cantigas simples, que contam pequenas histórias” e onde estão músicas bem conhecidas como “Balada Astral” (com Inês Viterbo), Recantiga ou Romaria das Festas de Santa Eufémia (com o próprio António Zambujo).

Eis que surge, neste ano, um projeto que se torna numa das melhores decisões que ambos tomaram na sua carreira: juntarem-se e darem alguns concertos. Nunca se viu nada assim, visto que serão 17 concertos em duas das salas mais emblemáticas do nosso país (Coliseu de Lisboa e Coliseu do Porto). A maioria destes concertos esgotaram e os que não esgotaram pouco faltou/falta para tal. Duas vozes que se complementam tão bem e que dignificam imensamente a música portuguesa.

A música escolhida acaba por também juntar, de certa forma, ambos. A “Pica do 7” foi escrita por Miguel Araújo e é interpretada por António Zambujo (sendo que faz, igualmente, parte do seu álbum “Rua da Emenda”). Um tema que já recebeu, inclusive, um Globo de Ouro. Ouçam e desfrutem de duas das melhores vozes portuguesas da atualidade e que, decerto, continuarão a alegrar muitos dos portugueses com toda a sua qualidade artística e musical.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s